Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
1 of 61

XXI Curso Abril de Jornalismo

5

Share

Download to read offline

Palestra realizada na Editora Abril em 26 de janeiro de 2004

Related Books

Free with a 30 day trial from Scribd

See all

XXI Curso Abril de Jornalismo

  1. 1. XXI Curso Abril de Jornalismo INTERATIVIDADE Michel Lent Schwartzman
  2. 2. Intertividade in.te.ra.ti.vo  adj ( inter+ativo ) 1. Diz-se daquilo que permite, ou é capaz de interação: Televisão interativa. 2. Diz-se do sistema multimídia em que um usuário pode executar um comando e o programa responde, ou controlar ações e a forma como o programa funciona. 3. Diz-se do sistema de visualização que é capaz de reagir a diferentes entradas do usuário. 4. Diz-se do modo do computador que permite ao usuário colocar comandos, programas ou dados, recebendo respostas imediatas.
  3. 3. Comunicação unilateral
  4. 4. Comunicação bilateral (interativa)
  5. 5. » sempre A intertividade sem tecnologia
  6. 6. A conversa •  Aurélio define “interativo” com base em tecnologia •  Mas pode-se dizer tranquilamente que a forma mais primitiva e mais “interativa” de comunicação conhecida é a CONVERSA. •  Conversar é o conceito máximo de interação multimídia •  Todos os sentidos são estimulados enquanto conversamos •  Visão, audição, olfato, tato e paladar (dependendo da intimidade...)
  7. 7. A dança •  Dançar (bem) pode ser tremendamente interativo •  Sincronizamos passos de acordo com o música, quando dançamos sozinhos ou acompanhados •  Sinalizamos para o(s) parceiro(s) quando dançamos acompanhados
  8. 8. A música em grupo •  Tocar música em grupo é uma experiência tremendamente interativa •  Especialmente se estivermos falando do Jazz, onde há muito improviso •  Convenções, nuâncias, sutilezas, tudo é interativo
  9. 9. A aula •  Dar uma aula ou palestra, como essa, é uma experiência absolutamente interativa •  Caras de sono, interesse, desinteresse, distração, atenção, tudo é interação entre palco e platéia
  10. 10. E por ai vamos •  Teatro, circo, box, artes marciais, guerra, paz, sexo, etc •  Formas de interatividade presentes desde sempre, independentes de tecnologia •  Mas todas demandando que a gente esteja presente para poder interagir
  11. 11. » antes A intertividade lowtech
  12. 12. Tambores, fumaça •  Ainda muito lowtech, tambores e sinais de fumaça permitiam a comunicação, ou interação, à distância com um mínimo de tecnologia
  13. 13. Pombo correio •  Apesar de não acontecer em tempo real, a comunicação por cartas ou mensagens enviadas por mensageiros, pombos e em seguida pelos Correios, pode ser considerada uma forma de interação à distância
  14. 14. A comunicação eletrônica •  Em 1825, o inventor inglês William Sturgeon (1783-1850) exibiu um aparelho que criou a base da comunicação eletrônica em larga escala: o eletro-magneto •  Em 1830, o americano Joseph Henry (1797-1878) usou o eletro-magneto para enviar uma corrente elétrica através de um cabo fazendo um sino tocar. Ele havia inventado o telégrafo •  Em seguida, Samuel F.B. Morse (1791-1872), inventa um código para a comunicação através deste sistema
  15. 15. O telefone •  Até 1877, toda comunicação à distância rápida, dependia do telégrafo. Neste ano, uma tecnologia rival, modificou novamente a cara da comunicação: o telefone •  Uma “evolução” do código Morse, as linhas e o aparelho telefônico permitiam a conversa interativa entre pessoas separadas por distâncias até continentais
  16. 16. O rádiotransmissor •  O rádiotransmissor (que emite e recebe mensagens), talvez seja a primeira ferramenta de ‘bate-papo’ a ter sido inventada, muito antes da internet
  17. 17. TV e rádio + telefone •  Há décadas a TV e o rádio utilizam o telefone como canal de entrada para a comunicação com seus receptores •  O receptor recebe a mensagem pela TV ou rádio e envia pelo telefone o seu recado
  18. 18. » hoje A intertividade hitech
  19. 19. Salas de bate-papo •  As salas de bate-papo são hoje um dos principais usos da internet por jovens •  O computador e as linhas de transmissão de dados via internet, permitem a conexão instantânea entre pessoas, sem que a distância influa de qualquer forma nesta comunicação
  20. 20. Fóruns e listas de discussão •  Funcionando de forma mais organizada e sem ser em tempo real, os fóruns e listas de discussão são uma forma estruturada de se manter uma conversa sobre assuntos específicos
  21. 21. Enquetes, notas e comentários •  Responder a enquetes, dar notas e fazer comentários sobre determinados conteúdos é também uma forma de interação menos direta •  Muito enriquecedora para a formação de informações sobre determinado tema ou conteúdo
  22. 22. Videoconferência •  Via internet ou por canais privados de dados, a videoconferência é uma forma mais completa de bate-papo à distância, sem olfato, tato ou paladar.
  23. 23. » amanhã
  24. 24. Para prever o amanhã •  Ou usamos uma bola de cristal •  Ou entendemos o que acontece com a tecnologia •  Alguém tem uma bola de cristal?
  25. 25. O digital e o analógico •  Toda a informação no mundo está passando de analógica para digital •  Quando analógica, para cada tipo de informação é necessário um aparelho •  Quando digital, ela pode estar toda concentrada em um mesmo lugar
  26. 26. O computador, nanotecnologia •  O desenvolvimento dos chips e a nanotecnologia permitem que os processadores, placas e armazenamento seja cada vez menor •  Isso permite a portabilidade e a presença de chips e processadores em virtualmente em qualquer lugar
  27. 27. Uma formiga carrega um microchip de 1 milímetro quadrado, como ilustração da escala envolvida em nanotecnologia.
  28. 28. A convergência das mídias •  Com tanta tecnologia, convergência das mídias é mera consequência •  TV pode estar no computador, computador no relógio, câmera no telefone, conteúdo escrito no computador •  A convergência já aconteceu tecnologicamente
  29. 29. A convergência das mídias
  30. 30. Descentralização da informação •  Seja do ponto de vista físico, ou político, a descentralização é irreversível •  Ela agora pode estar em qualquer lugar, em qualquer aparelho e ser publicada por qualquer pessoa ou empresa •  A tecnologia permite isso
  31. 31. O poder da publicação •  A Web, os blogs, os fotologs, a Web, as TVs via internet •  Hoje praticamente qualquer um pode publicar o que quiser •  O poder de publicação não está mais concentrado •  Não demanda mais poder econômico •  Não demanda mais concessão pública como rádio ou TV
  32. 32. O novo tempo da informação •  A função e o tempo da informação ganharam novos significados •  Com acesso em tempo real a tudo que acontece, cada meio de comunicação começa a repensar o seu papel e o propósito da sua informação
  33. 33. Feira de tecnologia •  O mundo muda em função da tecnologia e de suas possibilidades •  A feira de produtos eletrônicos para o consumidor passa a ser a grande vedete do que pode acontecer com o mundo •  Um aparelho que grava programas da TV e tira os comerciais, pode mudar a história da publicidade
  34. 34. » minha bola de cristal (achei!) Previsões para o futuro, agora um tanto óbvias
  35. 35. As porrinholas digitais •  Mais e melhores “porrinholas” digitais vão aparecer a nossa volta •  Vai ser possível fazer absolutamente tudo de qualquer lugar •  Controlar o micro-ondas de dentro do carro, ler jornal no banheiro com papel eletrônico, fazer internet banking no seu talão de cheques, etc •  E o que mais você quiser imaginar
  36. 36. O fim da Web e da internet •  A Web e a internet, da forma como conhecemos, vão acabar •  Não usaremos mais o computador para acessar todas estas coisas •  Elas estarão presentes em diversos aparelhos à nossa volta •  Estaremos usando isso sem nem pensar •  Assim como não pensamos hoje na infra- estrutura da rede telefônica quando vamos fazer uma ligação
  37. 37. O conteúdo colaborativo •  A exemplo da Amazon, do ViaGlobal, do iVox e de vários outros fóruns e sites, o conteúdo passará a ser enriquecido pelos próprios usuários e participantes •  Não haverá mais verdadeiro receptor ou emissor, todos colaborarão para a construção da informação •  E ela ficará melhor assim
  38. 38. A informação sob demanda •  Assim como já acontece com a música, onde as pessoas procuram por faixas específicas e não mais pelo CD inteiro, a informação será procurada sob demanda e em pedaços •  Cada vez menos fará sentido se disponibilizar cadernos completos sobre determinado assunto •  Pedaços de informação em vídeo, áudio, imagem ou texto e armazenados em bases de dados serão cada vez mais dominantes
  39. 39. A customização da sociedade •  A sociedade se organizará de forma própria, individual e complexa •  A determinação de padrões específicos de comportamento será cada vez mais complexa •  As comunidades continuarão se formando, mas através de redes de interesse específico, sem ligação direta com idade, sexo ou cultura local
  40. 40. A organização do caos •  Caberá aos meios de comunicação e profissionais da informação o trabalho não mais da descoberta mas o da organização do caos •  A criação de fontes confiáveis de informação •  A construção e a manutenção das marcas e da tradição •  Marcas e tradição serão os “portos seguros” dentro do caos da informação
  41. 41. » sua bola de cristal Prevendo seu futuro, pessoal e profissional
  42. 42. Entendendo a tecnologia •  As mudanças tecnológicas continuarão influenciando o mundo e mudando a forma como vivemos •  É fundamental se ligar em tecnologia para entender o que está acontecendo e o que vai acontecer •  Uma leitura regular dos cadernos de informática já ajuda bastante
  43. 43. Entendendo o mercado •  Mudanças na comunicação irão influenciar cedo o tarde o mercado de trabalho •  Entendendo o que está mudando estrututuralmente ajuda a gente a entender como as empresas e o trabalho irá se comportar a médio e longo prazo •  Procure entender e PROGRAME-SE
  44. 44. Entendendo a vida •  Procure entender o que a mudança na comunicação trará de diferente para a vida das pessoas e para a sua •  Juntando tudo isso e desenhando o seu futuro... •  ... sem bola de cristal
  45. 45. http://www.10minutos.com.br Michel Lent Schwartzman Sócio, diretor de criação michel@10minutos.com.br

×