Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
1 of 34

Integrando Testes de Usabilidade em Projetos Sigilosos

0

Share

Download to read offline

Apresentação de Victor Ximenes e Filipe Levi (C.E.S.A.R) durante o IHC\'08 em Porto Alegre na categoria \"Relatos da Indústria\".

RESUMO
Muitas empresas de desenvolvimento de software no Brasil têm adotado métodos da engenharia de usabilidade em seus processos. Contudo, projetos sigilosos protegidos por cláusulas de confidencialidade podem apresentar uma dificuldade adicional nesse sentido. Neste relato, apresentamos nossa experiência em integrar testes de usabilidade em um projeto sigiloso, na esperança de que praticantes de usabilidade em contextos semelhantes possam se beneficiar do deste aprendizado.

ABSTRACT
Many software companies in Brazil have adopted usability engineering methods into their processes. However, one might find additional barriers in projects protected by nondisclosure agreements. In this report, we present our experience in integrating usability tests in a protected project, in the hope that usability practitioners in similar contexts might benefit from that learning.

Palavras-chave
Usability tests, software development process, nondisclosure agreement, recruitment.

Related Audiobooks

Free with a 30 day trial from Scribd

See all

Integrando Testes de Usabilidade em Projetos Sigilosos

  1. 1. Integrando Testes de Usabilidade em Projetos Sigilosos Victor Ximenes Filipe Levi [ IHC’08 ]
  2. 2. Um pouco sobre nós... parque empresa equipe
  3. 3. <ul><li>8 anos de existência </li></ul><ul><li>2 incubadoras </li></ul><ul><li>117 empresas </li></ul><ul><ul><li>49% são microempresas </li></ul></ul><ul><ul><li>40% são de pequeno porte </li></ul></ul><ul><ul><li>11% são médias ou grandes </li></ul></ul><ul><li>4 mil pessoas </li></ul><ul><ul><li>88% com nível universitário </li></ul></ul><ul><ul><li>46% têm até 25 anos </li></ul></ul><ul><li>Receita anual média de R$ 800 mi </li></ul><ul><ul><li>3,6 % do PIB de PE (meta: 10%) </li></ul></ul><ul><li>100 hectares </li></ul>Maior parque tecnológico do Brasil 1 dos 4 parques tecnológicos considerados referência mundial Manchester (UK) Andhra Pradesh (Índia) Andaluzia (Espanha) International Association of Science Parks (IASP), 2008
  4. 9. <ul><li>Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife </li></ul><ul><li>Instituto privado de inovação </li></ul><ul><li>Maior empresa do Porto Digital </li></ul><ul><li>Cria produtos, processos, serviços e empresas usando TIC </li></ul><ul><li>Empresa jovem (12 anos) </li></ul><ul><li>~ 600 colaboradores </li></ul><ul><li>Setores: </li></ul><ul><ul><li>Tecnologia : IBM, Intel, Itautec, Microsoft, Sun, etc. </li></ul></ul><ul><ul><li>Telecom : Alcatel Lucent, Intelbras, Motorola, Samsung, Siemens, Vivo, etc. </li></ul></ul><ul><ul><li>Indústria : Consul, Embraer, LG, Modular, Petrobras, Troller, etc. </li></ul></ul><ul><ul><li>Governo : BACEN, Chesf, CNPq, Fapesp, MCT, UNDP, etc. </li></ul></ul><ul><ul><li>Comunicação : Lista online.com.br, Globo, etc. </li></ul></ul><ul><ul><li>Finanças : Unibanco, etc. </li></ul></ul><ul><ul><li>Varejo : Sendas, etc. </li></ul></ul>
  5. 10. E nós no C.E.S.A.R, quem somos?
  6. 11. <ul><li>Equipe de Design de Experiência </li></ul><ul><ul><li>Entendemos como as pessoas vivem para desenhar experiências de valor </li></ul></ul><ul><li>Aumentar o lucro de nossos clientes (parceiros para inovação) ajudando-os a criar experiências de valor para seus usuários </li></ul>Compreensão dos usuários Design de experiências
  7. 12. Nossos DESIGNERS são: Antropólogos Etnógrafos Designers de produto Designers de interface Psicólogos cognitivos Cientistas da computação Engenheiros de usabilidade Designers de interação Engenheiros de software Negócios Marketing (Consultores em domínios específicos)
  8. 13. Círculo Mágico processo genérico para inovação centrada no humano, instanciado segundo a natureza de cada problema/projeto
  9. 14. Área de trabalho Estudos em campo Laboratório
  10. 15. Recepção
  11. 16. Área de trabalho
  12. 17. Área de trabalho
  13. 18. Área de trabalho
  14. 19. Área de trabalho
  15. 20. Laboratório
  16. 21. Laboratório de Usabilidade Em uso desde julho/2008
  17. 22. Testes com usuários
  18. 23. Focus group / War room
  19. 24. Focus group / War room
  20. 25. Focus group / War room
  21. 26. Observação
  22. 27. Observação
  23. 28. <ul><li>TV interativa, espaços interativos, Web, desktop, produtos físicos, aplicações mobile, mobile games, game experiences, mobile TV, transportes, quiosques, embarcados </li></ul><ul><li>Alguns clientes: </li></ul><ul><li>Motorola </li></ul><ul><li>Samsung </li></ul><ul><li>Walmart </li></ul><ul><li>Dell </li></ul><ul><li>Bradesco </li></ul><ul><li>Positivo </li></ul><ul><li>Intelbras </li></ul><ul><li>Bematech </li></ul><ul><li>BACEN </li></ul><ul><li>MTV </li></ul><ul><li>Rain </li></ul><ul><li>etc. </li></ul>
  24. 29. Um problema... Projetos sigilosos: Como integrar técnicas com usuários? <ul><li>Caso prático: </li></ul><ul><li>Empresa mundial de telecom </li></ul><ul><li>Equipe de projeto influenciada pela cultura do cliente </li></ul><ul><li>Seria possível envolver usuários no processo de desenvolvimento? </li></ul>
  25. 30. Os primeiros passos Estratégia: iniciar com testes de usabilidade Convencimento e evangelização dos líderes de equipe e gerente de projeto sobre a necessidade de execução de testes com usuários Criação de apresentações sobre usabilidade x ROI utilizando cases de outros projetos da companhia e também da literatura Adaptação do processo de desenvolvimento usado pela equipe e criação de novos templates de testes Submissão para a aprovação das mudanças no processo e documentação, pela banca de engenheiros de qualidade do CESAR Definição da estratégia dos testes respeitando as regras de confidencialidade e restrições operacionais
  26. 31. Os primeiros passos Realização do recrutamento e testes dentro da empresa do cliente! Aprovação da estratégia e parceria entre o cliente e a equipe
  27. 33. Execução e Conclusões <ul><li>Execução obedecendo o Subprocesso de testes com usuários adotado pela equipe de usabilidade do C.E.S.A.R </li></ul><ul><li>Evangelização do cliente e comprometimento da equipe </li></ul><ul><li>Perspectivas promissoras: foco em usabilidade para as próximas iterações </li></ul>Planejamento Recrutamento Design de Tarefas Preparação Execução Análise Apresentação dos Resultados
  28. 34. Obrigado! [email_address] [email_address] lab.blog.br

Editor's Notes

  • O C.E.S.A.R – Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife – é uma instituição privada de classe mundial que cria produtos, processos, serviços e empresas inovadoras usando Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). Atuando há mais de 11 anos em âmbito nacional e internacional, o C.E.S.A.R interliga centros de inovação numa rede de conhecimento que torna possível realizar projetos de desenvolvimento conectados ao futuro, com qualidade e agilidade.
  • ×